ANTI CINEMA O QUILOMBO DIGITAL

Box Anti Cinema comprado na feira !


MusicPlaylistRingtones
Create a playlist at MixPod.com

quarta-feira, 31 de março de 2010

terça-feira, 30 de março de 2010

2° ENCONTRO DE GRAFFITI EM PEDRA DE GUARATIBA

ANTI CINEMA ESTARÁ LÁ!

quarta-feira, 24 de março de 2010

Novidades no site do Singela!

www.singelahomenagem.com.br

DJ Abade - 4/4 Batidas e Scratches

DJ Abade - 4/4 Batidas e Scratches from Coletivo on Vimeo.

COLETIVO ANTI CINEMA TÁ JUNTO.

segunda-feira, 22 de março de 2010

D-EFEITOS

MAIS UMA VEZ OS IRMÃOS DO D-EFEITOS QUEBRAM TUDO. VALEU LIVI TAMOS AI IRMÃO.
COLETIVO ANTI CINEMA APLAUDE DE PÉ ESSA BELA APRESENTAÇÃO. VALEU!

sexta-feira, 19 de março de 2010

BACK SPIN CREW

PARCEIROS DO COLETIVO ANTI CINEMA EM SÃO PAULO. TAMO JUNTO FAMILIA.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Clã Sul Singela Homenagem 2009

Clã Sul e Coletivo Anti Cinema

quarta-feira, 10 de março de 2010

OFICINAS DE ÁUDIO VSUAL COM O COLETIVO ANTI CINEMA

E as oficinas estão sendo programadas para começarem em Abril. Estamos acertando os últimos detalhes para começar os muitos trabalhos para 2010. Esse ano teremos muitos irmãos que querem somar na ideologia do Coletivo Anti Cinema, participando das oficinas. Com certeza este será um ano bem produtivo. Tamo junto! FAZEMOS!

Alguns sons Funk's para a galera ficar legal!

ESSA VAI PARA MEU IRMÃO FUNK DJ MACHINTAL ESSE É FUNK.

terça-feira, 9 de março de 2010

Re-convocando:

Amanhã tem sessão do Cineclube Digital! 19 horas, no Sesc de Nova Iguaçu!


A intervenção será uma performance de letras e sons em homenagem às mulheres, apresentada por Leila, Lili Braun, Maria, Ana Júlia, Natasha, Carolina, Sandra Rosa Madalena, Pagu e toda a trupe do Chiquinho.
Confira o vídeo de um dos testes musicais feitos ontem, para uso na intervenção:

sábado, 6 de março de 2010

Vida Silva Jardim

Filme resultado da oficina de áudio visual desenvolvida em Silva Jardim pelo Coletivo Anti Cinema em 2009. Neste filme os moradores de Silva Jardim falam da vida neste municipio no interior do estado do Rio de Janeiro. Oficina de áudio visual: Coordenada por André Tertuliano e Marcio Graffiti Coletivo Anti Cinema 2009. FAZEMOS!

sexta-feira, 5 de março de 2010

Sessão Você Decidiu

Cine Clube Digital. Fecha no bonde!

quinta-feira, 4 de março de 2010

2° Encontro de Graffiti

PEDRA DE GUARATIBA, RJ!

quarta-feira, 3 de março de 2010

Fórum Social Urbano (FSU)

Fórum Social Urbano (FSU) Reuniões dos Grupos de Trabalho (Semana de 01/03 a 05/03) GT JUSTIÇA AMBIENTAL NA CIDADE Reunião dia 02/03, terça-feira, às 18h. Local: PACS - Av. Rio Branco, 277, sala 1609. GT MEGAEVENTO E GLOBALIZAÇÃO DAS CIDADES Reunião dia 03/03, quarta-feira, às 18h. Local: PACS - Av. Rio Branco, 277, sala 1609. GT GRANDES PROJETOS ÁREAS CENTRAIS E PORTUÁRIAS Reunião dia 03/03, quarta-feira, às 15h. Local: Sindicato dos Metroviários - Av. Rio Branco, 277, 4o andar. GT CRIMNALIZAÇÃO DA POBREZA E VIOLÊNCIAS URBANAS Reunião dia 04/03, quinta-feira, às 18h. Local: DDH - Av. Presidente Vargas, 446, sala 1205. ____________ _________ _________ _________ _________ _________ _________ _________ _____ Movimentos sociais e organizações do Rio de Janeiro convidam para o Fórum Social Urbano Nos bairros e no mundo, em luta pelo direito à cidade, pela democracia e justiça urbanas Rio de Janeiro, Brasil 22 - 26 março de 2010 APRESENTAÇÃO Em março de 2010, a cidade do Rio de Janeiro irá receber o V Fórum Urbano Mundial. Organizado a cada dois anos pela Agência Habitat da Organização das Nações Unidas (ONU), a expectativa é que este ano o encontro reúna cerca de 50 mil pessoas de todo o mundo. As edições anteriores do FUM foram dominadas pelas delegações oficiais,enquadrada s pela retórica e agenda das organizações multilaterais – Banco Mundial, Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Banco Asiático de Desenvolvimento (BAD), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Aliança de Cidades, entre outras. Palavras, palavras, palavras... mas também um reiterado esforço de impor às cidades de todo mundo, em particular dos países periféricos, o modelo da cidade-empresa competitiva, dos grandes projetos de impacto, que aprofundam as desigualdades e os processos de aburguesamento. A retórica do alívio da pobreza não consegue esconder os fracassos de uma política que submete nossas cidades à lógica do mercado, tanto mais que se desconhecem, ou se silenciam, os mecanismos e processos que produzem e reproduzem cidades desiguais, social e ambientalmente injustas. Em suas várias edições o FUM também tem sido incapaz de abrir espaço àqueles e àquelas que, em todas as cidades do mundo, resistem à lógica implacável da cidade empresa e da cidade-mercadoria, que lutam por construir alternativas aos modelos adotados em vários governos, e difundidos pela “ajuda” internacional nem sempre desinteressada e por consultores, assim como por conferências e congressos mundiais onde a miséria urbana de milhões se transforma em frias estatísticas e promessas nunca cumpridas. Por estas razões, os movimentos sociais e organizações do Rio de Janeiro vimos convidar todos os movimentos sociais e organizações da sociedade civil do mundo a construírem conosco um espaço de ampla e livre manifestação e debate no Fórum Social Urbano. Será um espaço e um tempo para nos conhecermos e reconhecermos, para trocarmos experiências e construirmos coletivamente a perspectiva de uma outra cidade: democrática, igualitária, comprometida com a justiça social e ambiental. OBJETIVOS O objetivo do Fórum Social Urbano é o de possibilitar o diálogo, a troca de experiências, a expressão da diversidade e o fortalecimento das articulações de movimentos sociais e organizações do mundo inteiro. O Fórum Social Urbano se coloca também como uma oportunidade única para desvendar a verdadeira cidade que procuram esconder atrás dos muros e tapumes, assim como atrás dos discursos sobre cidades globais com os quais muitos governos justificam investimentos bilionários em grandes eventos de marketing urbano. Neste sentido, os movimentos e organizações anfitriãs pretendem oferecer aos participantes internacionais e nacionais a possibilidade de conhecer um Rio de Janeiro que não está nos cartões postais nem na propaganda oficial, um Rio de Janeiro injusto e feio, mas que é também rico de resistência e criatividade popular. ATIVIDADES De 23 a 26 de março de 2010, em paralelo às atividades do Fórum Urbano Mundial estarão se realizando as atividades do Fórum Social Urbano. As atividades se organizarão como segue: - painéis e debates em torno a 4 Eixos: Violências Urbanas e Criminalização da Pobreza; Megaeventos e a Globalização das Cidades; Justiça Ambiental na Cidade; Grandes Projetos Urbanos, Áreas Áreas Centrais e Portuárias; - mesas e debates propostos por movimentos e organizações do Brasil e de outros países; - exposições e projeções de vídeos; - manifestações culturais; - outras que forem propostas. OS EIXOS -Criminalização da Pobreza e Violências Urbanas Militarização das periferias e bairros populares. Criminalização da pobreza e dos imigrantes. Violências urbanas, em suas múltiplas manifestações. Racismo, machismo e homofobia na cidade. A violência contra as mulheres. Repressão e criminalização dos militantes populares e dos direitos humanos. - Megaeventos e a Globalização das Cidades Copa do Mundo, Olimpíadas, exposições internacionais. Impactos de megaeventos internacionais nas cidades, a partir das experiências internacionais e do Rio de Janeiro. Quais são os “legados” e quem são seus beneficiários? - Justiça Ambiental na Cidade Meio ambiente, desigual e organização do espaço urbano. Saneamento, saúde e meio ambiente. Racismo ambiental. Conflitos ambientais e as lutas de resistência. Mudanças climáticas e as cidades. - Grandes Projetos Urbanos, Áreas Centrais e Portuárias “Revitalização” dos centros urbanos e áreas portuárias. Mobilidade. Processos de aburguesamento. Expulsão das populações tradicionais através da violência e através do “mercado”. Grande capital, parcerias público-privadas e a especulação fundiária. Globalização e capitalismo nas cidades. OUTRAS ATIVIDADES Para além dos eixos propostos, convidamos as organizações e movimentos do Rio de Janeiro, do Brasil e do Mundo a contribuírem com propostas de atividades autogestionadas. Estas poderão ter caráter de debates, plenárias, fóruns de articulação, exposições, projeções, banquinhas ou atividades culturais. A data limite para o envio de propostas é 7 de março de 2010. A incrição de atividades deve ser feita através do preenchimento do formulário FÓRUM SOCIAL URBANO - PROPOSTA DE ATIVIDADE. A Comissão de Programação buscará contemplar todas as propostas recebidas, dentro dos limites de espaço e tempo disponíveis. Também serão organizadas visitas e tours guiados para permitir o contato direto com realidades urbanas pouco conhecidas, como manifestações culturais da cidade e experiências de luta – movimentos comunitários, ocupações, etc. O LOCAL As atividades do “Fórum Social Urbano” ocorrerão no espaço do Centro Cultural da Ação da Cidadania Contra a Fome, à rua Avenida Barão de Tefé 75, no bairro da Saúde . Trata-se de armazém portuário edificado em 1871, restaurado em 2002, que hoje acolhe eventos políticos, artísticos e culturais . O espaço tem 14.000 m2, oferecendo amplas condições para a realização de várias atividades simultâneas, colocação de banquinhas, etc. O local do Fórum Social Urbano encontra-se a 300 metros do local onde transcorrerá o FUM, facilitando a circulação de todos os participantes entre os dois eventos. As visitas guiadas partirão sempre do mesmo local, conforme será oportunamente divulgado. INFORMAÇÕES Fórum Urbano Social E-mail: comunicacaofsu@ gmail.com Inscrições de atividades: programacaofsu@ gmail.com

Uma licão de vida!

Uma lição de vida from anticinema on Vimeo.

Video realizado pelo Coletivo Anti Cinema em uma oficina de audio visual em Guaratinguetá uma parceria entre a Secretaria de Educação de Guaratinguetá e a Secretaria de Saúde de Guaratinguetá. Neste video os alunos realizarm um trabalho de concientização juvenil pela prevenção das DSTS e AIDS. Uma oficina que foi realizada durate um dia e foi ministrada por Marcio Graffiti e Marcos Rabbiti monitores e participantes do Coletivo Anti Cinema. Coletivo Anti Cinema 2009

terça-feira, 2 de março de 2010

UM GRANDE ACHADO!

segunda-feira, 1 de março de 2010

Clique seu lugar!

Esses são alguns dos registros da oficina de fotografia realizada no Centro Cultural Donana, no dia 21 de fevereiro:
 
A fotógrafa Bruna Jacubovsk ministrou o primeiro momento - a parte teórica -, projetando fotos pessoais e falando sobre seu trabalho.

 
No segundo momento, após reproduzirem suas ideias em desenhos e textos, as crianças e os monitores foram às ruas capturar  a cidade através de câmeras digitais.

 
  
No próximo domingo, dia 7, as fotografias produzidas serão expostas, juntamente com a primeira edição do "Livronana". Em breve, mais informações em ccdonana.blogspot.com  

Agradecimentos ao Coletivo Anti Cinema, Cineclube Digital e Australocinema!
E como diria Marcio Graffiti: "Tamo junto!"